Madeira: Visita de Jaime Gama


Madeira: Marco de correio mais a sul de Portugal, nas Selvagens, é usado sobretudo por coleccionadores

Funchal, 23 Mai (Lusa) - Nas Ilhas Selvagens, o sub-arquipélago mais a sul do território de Portugal que será visitado terça-feira pelo presidente da Assembleia da República, existe um marco de correio que é procurado sobretudo por coleccionadores de selos.

Lusa

Funchal, 23 Mai (Lusa) - Nas Ilhas Selvagens, o sub-arquipélago mais a sul do território de Portugal que será visitado terça-feira pelo presidente da Assembleia da República, existe um marco de correio que é procurado sobretudo por coleccionadores de selos.

Fonte do Parque Natural da Madeira confirmou à agência Lusa que coleccionadores de filatelia solicitam aos vigilantes que levem correspondência para ser carimbada e enviada daquele "serviço dos Correios".

Outros utilizadores deste marco são alguns turistas e tripulações de veleiros que passam naquele local.

O marco do correio foi mais um dos elementos utilizados por Portugal como símbolo de soberania sobre aquele território, tendo sido instalado durante a visita oficial que Jorge Sampaio efectuou na qualidade de Presidente da República, em Abril de 2003.

A demonstração da soberania portuguesa sobre aquele território aconteceu na sequência de um diferendo com Espanha, visto que as Selvagens estão mais próximo de Canárias, tendo acontecido alguns voos de aeronaves sobre as ilhas, pelo que anteriormente, Mário Soares também se deslocou aquela parcela do território.

A primeira mala de correio a chegar das Selvagens foi registada nos Correios do Funchal a 08 de Maio desse ano, contendo 136 postais, sobretudo para a Madeira.

A recolha postal é feita a cada três semanas quando acontece a substituição dos vigilantes do Parque Natural, os únicos habitantes temporários das Selvagens

As Ilhas Selvagens estão localizadas no Atlântico Norte, entre os paralelos 30º 01' 35'' Norte e os 30º 09' 10'' Norte e os meridianos 15º 52' 15'' e 16º 03' 15'' Oeste e têm uma área aproximada de quatro quilómetros quadrados, a 163 milhas da ilha da Madeira (230 quilómetros) e 82 milhas (165 quilómetros) de Canárias, sendo constituídas pela Selvagem Grande, Selvagem Pequena e o Ilhéu de Fora.

Desde 1971 estão classificadas como Reserva Natural Integral, foram também distinguidas com o Diploma Europeu pelo Comité de Ministros do Conselho da Europa e fazem parte dos Sítios de Importância Comunitária na Rede Natura 2000.

Devido à sua biodiversidade, são candidatas a Património Mundial Natural da UNESCO, processo que está "em vias de reformulação para garantir que a candidatura seja sólida, bem sustentada", disse à Lusa o director desta estrutura madeirense, Paulo Oliveira.

publicado por Pedro Quartin Graça às 20:16 | link do post | comentar