...


Reserva Natural das Ilhas Selvagens

Parque Natural da Madeira

Os visitantes…
As Ilhas Selvagens são visitadas ao longo de todo o ano por centenas de pessoas que ali se deslocam através de embarcações privadas, marítimo-turísticas e, pontualmente, pequenos cruzeiros de turismo. Muitas destas embarcações estão a realizar viagens de longo curso, entre o continente europeu e americano pelo que aproveitam para conhecer esta Reserva, visita esta muitas vezes recomendada por outros velejadores.
Dado a investigação ser um instrumento fundamental à Conservação da Natureza, muitos também são os investigadores que por lá passam, neste caso com o apoio do SPNM e da Marinha Portuguesa, quando em missão de rendição das equipas de vigilantes de natureza que estão nesta Reserva em exercício de funções.
A visita…
As visitas necessitam de autorização do SPNM e consistem, na sua maioria, no desembarque na Selvagem Grande, seguido de um percurso interpretativo. Contudo, a procura destas Ilhas para a actividade de observação de aves tem sido cada vez mais frequente.
O Centro de Recepção…
No Centro de Recepção, os visitantes podem adquirir material divulgativo alusivo à Reserva, assim como enviar um postal, levando assim uma recordação do lugar e simultaneamente estão a contribuir para as inúmeras acções de conservação da Natureza desenvolvidas nesta área protegida. Existe um marco de correio na Selvagem Grande, o posto de correio mais a Sul de Portugal!
Para descansar, existe uma área de lazer com mesas de apoio e uma baía linda para nadar.
Conhecer para preservar…
Continuamos a acreditar que dar a conhecer o património natural da Região e das acções de conservação desenvolvidas, constitui um aspecto determinante para que sejam tomadas medidas adequadas, com vista à salvaguarda do meio ambiente e à melhoria da qualidade de vida da população. Uma das ferramentas que está ao dispor de quem tem por missão fazer a gestão de áreas protegidas, são as acções de sensibilização ambiental, permitindo desta forma aproximar cada vez mais as reservas das populações. A abertura destes espaços conduz a um melhor e mais atractivo usufruto dos mesmos pela população, tendo como retorno uma maior valorização e maior empenho na sua preservação.
A realidade é que a actividade de ecoturismo está em ascensão, sendo as áreas protegidas uma parte integrante deste desenvolvimento, com grandes benefícios em termos de promoção do Arquipélago da Madeira como destino de ecoturismo nos próximos anos.
publicado por Pedro Quartin Graça às 07:56 | link do post | comentar