...

Expedição científica chega às Ilhas Selvagens
ILHAS SELVAGENSChega hoje, dia de Portugal, ao extremo mais a sul do território nacional e região mais desconhecida do nosso País - as ilhas Selvagens -  a maior expedição oceanográfica alguma vez realizada em Portugal, com a participação de três embarcações e de 73 investigadores portugueses e estrangeiros.
No decorrer dos próximos 20 dias irá ser concretizado o levantamento exaustivo da vida marinha das ilhas Selvagens e que poderá, eventualmente, consolidar a candidatura destas ilhas a património mundial da UNESCO. Da iniciativa da Estrutura de Missão para a Extensão da Plataforma Continental, esta invulgar iniciativa centra-se em três áreas: a do mar, a da linha de costa e a terrestre, concretizadas através do estudo da fauna, da flora e dos habitats marinhos, estes compreendidos entre os 2000 metros de profundidade e os 70 metros acima do nível do mar. Contando com a participação dos navios Almirante Gago Coutinho, Creoula e Vera Cruz e do robot submarino Luso, a expedição tem o atractivo suplementar de ser a pioneira do programa Professores a Bordo desenvolvido pela EMEPC, contando, no Creoula, com a presença de duas professoras de Biologia e de Geologia do ensino secundário e outras duas destacadas nos centros Ciência Viva de Estremoz e Lagos.
publicado por Pedro Quartin Graça às 10:56 | link do post | comentar