...


Madeira/Selvagem Grande

No decorrer da próxima semana em Prancha-à-Vela

«A travessia entre ilhas faz parte do dia-a-dia de qualquer ilhéu. Em tempos idos, seria uma questão até de sobrevivência, mas actualmente os transportes marítimos banalizaram aquelas que eram verdadeiras epopeias marítimas. Esta travessia entre a Madeira e a Selvagem Grande, é o concretizar de um sonho acalentado há vários anos a esta parte mas que visa também reviver a mais antiga forma de viajar no mar: ao sabor do vento». As palavras são de João Rodrigues, o velejador olímpico de windsurf, com mais títulos e internacionalizações do panorama mundial, projecta navegar 160 milhas em mar aberto entre a ilha da Madeiras e as ilhas Selvagens, o ponto mais a sul de Portugal. Esta travessia, que conta efectuar em cerca de 12 horas é, provavelmente, a mais longa jamais conseguida em prancha à vela, numa só etapa. Com este feito inédito, procura divulgar o património natural Português e chamar a atenção para o trabalho de conservação desenvolvido pelo Parque Natural da Madeira nas suas várias reservas naturais, assim como para a vastíssima biodiversidade das Ilhas Selvagens, superior à das Galápagos, como há muito afirmou Charles Darwin.
Celebra-se este ano o quadragésimo aniversário da criação da Reserva Natural das Ilhas Selvagens, a primeira reserva natural de Portugal. Por engraçada coincidência, João Rodrigues também completa 40 anos no próximo dia 2 de Novembro.
João Rodrigues, campeão e vice-campeão do Mundo de RS:X (Prancha-à-Vela), em 1995 e 2008, tetra campeão europeu, conta com 121 internacionalizações e 51 medalhas conquistadas em competições internacionais - 22 de ouro, 16 de prata e 13 de bronze. Encontra-se presentemente a preparar a sua 6.ª campanha olímpica, rumo a Londres 2012, depois das participações em Barcelona ‘92, Atlanta ‘96, Sydney 2000, Atenas 2004, Pequim 2008 e será a cara do “Europeu” 2012, a realizar-se na Baía do Funchal.
publicado por Pedro Quartin Graça às 11:13 | link do post | comentar