Reserva das Selvagens faz quarenta anos

Parque Natural da Madeira
Este ano comemora-se o quadragésimo aniversário da Reserva Natural das Ilhas Selvagens, a reserva mais antiga de Portugal. A construção do farol e a presença dos faroleiros constitui uma etapa importante na história desta Reserva!
Quando surgiu a ideia…
Segundo reza a história, foi em 1881 que surgiu a ideia da construção de um farol nas Selvagens. É relatado que a iniciativa de construção de um farol nas ilhas Selvagens partiu de Espanha, propondo que Portugal repartisse as despesas, numa altura em que já discutiam se a soberania das ilhas pertenciam a Espanha ou Portugal. Devido à falta de entendimento, a construção do Farol ficou suspensa.
Soberania das ilhas….
Posteriormente, em 1938, a Comissão Permanente de Direito Marítimo Internacional certificou a soberania das ilhas para Portugal e foi colocado no planalto da Selvagem Grande, um marco Astronómico pela Missão Hidrográfica das Ilhas Adjacentes, neste mesmo ano.
Necessidade de um farol
As ilhas Selvagens foram testemunhas de vários naufrágios ao longo dos tempos, pois a existência de baixios e a falta de um farol, em nada ajudaram os navios que ali passavam. Nos anos 70, o petroleiro Cerno, de bandeira norueguesa, ao desviar-se para ilegalmente lavar os seus tanques, encalhou na Selvagem Pequena e passados três meses, outro petroleiro, Morning Breeze, afunda-se próximo da Selvagem Grande. A responsabilidade de Portugal pela segurança marítima nas Ilhas Selvagens foi posta em causa, dado que estes naufrágios aconteceram por falta de farolagem nestas ilhas.
Primeiro farol
A 6 de Junho de 1977 foi instalado um farol na Selvagem Grande - no Pico da Atalaia, e a 17 do mesmo mês, um farol na Selvagem Pequena - no Pico do Veado.
A instalação foi efectuada pela Direcção de Faróis da Marinha, que presentemente é um organismo da Direcção-Geral da Autoridade Marítima, integrado no Ministério da Defesa Nacional.
Modernização do farol…
Em Portugal, as Ilhas Selvagens foram as primeiras a utilizarem células fotovoltaicas nos seus faróis, recorrendo desta forma a energias limpas. Isto aconteceu em 1981!
Curiosidade…
Integrado na equipa de montagem do Farol foi Jaques da Mata. Na altura gostou tanto da Selvagem Grande que informou o Sr. Fernando Almada, o primeiro Guarda da Ilha, designação dada na altura, que se por acaso algum dia precisassem de alguém para vir trabalhar para a Selvagem Grande, o contactassem. No ano seguinte, Jaques é contactado e desde então que contribui para a preservação do importante património natural existente nas Ilhas Selvagens, sendo já uma figura emblemática destas Ilhas, pois é Vigilante da Natureza ao serviço do Parque Natural da Madeira.
publicado por Pedro Quartin Graça às 09:00 | link do post | comentar