A Vida é breve e desfaz-se como espuma

IN MEMORIAM
MARISA CAETANO FERRÃO

A Vida é breve e desfaz-se como espuma, escreveu Alcides Henriques, no blog Porta da Estrela.


"Uma família a quem a tragédia da morte instantânea e brutal atingiu, vive a angústia e a tristeza de perder uma filha jovem num acidente de automóvel conduzido pela mais nova.
Marisa Ferrão, de seu nome, filha do Dr. Caetano Ferrão e D.ª Maria Alice encontrava-se em visita à família num curto período de descanso e num intervalo das aulas que leccionava, quando a morte a atingiu, de forma instantânea, num despiste de automóvel, no passado dia 30 de Outubro, ao chegar à Ponte sobre o Rio Dão entre Nelas e Viseu.

Aos pais inconsoláveis, irmã e demais família a solidariedade na tragédia e na dor neste adeus prematuro da Dr.ª Marisa Ferrão."

Portugal, e o Direito do Mar, perderam no passado dia 30 de Outubro um dos seus maiores expoentes. A notícia, essa só a conheci hoje, quase um mês e meio depois. Costumava trocar correspondência com a Dra. Marisa Caetano Ferrão. Unia-nos a paixão pelo Mar. Hoje, de forma brutal e inesperada, descobri a notícia da sua morte. "Ilhas Selvagens", e o seu autor, prestam homenagem a esta mulher de garra que muito cedo nos deixou. Voltaremos a encontrar-nos noutras espumas Marisa. Até sempre!


Notas Biográficas

Carla Marisa Cardoso Caetano Ferrão nasceu a 31/08/1978 em Coimbra e era, desde Março de 2004, docente da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Leiria, pertencendo ao Departamento de Ciências Jurídicas (DCJ). Leccionou, designadamente, as unidades curriculares de Introdução ao Direito, Sociologia Jurídica e Direito Económico, tendo sido (2004-2009) Coordenadora do Programa LLP/Erasmus (antigo Programa Sócrates/Erasmus) do DCJ.
Licenciada em Direito pela Faculdade de Direito de Coimbra (2001) e Mestre em Ciências Jurídico-Internacionais pela Faculdade de Direito de Lisboa (2008), encontrava-se actualmente, e após frequentar o programa de Doutoramento em Direito Público, a elaborar a respectiva tese de Doutoramento em Direito Público (Direito do Mar / Direito Internacional do Ambiente) na Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa - Lisboa, sob a orientação do Prof. Doutor Jorge Miranda.
Em 2007, obtivera uma Pós-Graduação em Contencioso Administrativo, pela Faculdade de Direito daUniversidade Católica Portuguesa e, em 2003, uma Pós-Graduação em Direito das Empresas, pelo Instituto de Direito das Empresas e do Trabalho, da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra.
Exerceu, no ano lectivo de 2009/2010 e no âmbito de uma missão de cooperação internacional, as funções de assistente na Faculdade de Direito de Bissau, na República da Guiné-Bissau. Desde 2004, era ainda colaboradora do Observatório Permanente da Justiça Portuguesa, integrado no Centro de Estudos Sociais da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra.
Apesar de muito jovem, desenvolvia já uma considerável e substancial actividade de investigação científica, tendo proferido diversas conferências em Portugal e no estrangeiro e sido autora de várias publicações.
Faleceu prematuramente, num trágico acidente de viação, a 30 de Outubro de 2010.

publicado por Pedro Quartin Graça às 08:59 | link do post